Categorias

Notícias

março 2020
D S T Q Q S S
« Fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Sondagem

O SIMA deve apresentar já para 2020 uma proposta de aumento salarial em que nenhuma das categorias profissionais aufira um salário inferior a 750 €?

View Results

Loading ... Loading ...
industriAll
Together At Work
Democracy at Work

Reunião Europeia do Comité do Sector Automóvel da FEM

O SIMA não pode deixar de estar presente em mais uma reunião do Comité do Sector Automóvel da FEM, reunião essa que se enquadra num trabalho mais vasto com vista a encontrar soluções e alternativas para este sector bastante afectado pela grave crise que se faz sentir. A reunião decorreu em Sevilha, contou com a presença de centenas de sindicalistas e com uma larga cobertura mediática espanhola e contou com a presença das mais altas entidades locais e nacionais espanholas. O que é da maior relevância uma vez ser a Espanha quem, neste momento, assume a Presidência da EU. Foi ainda aprovada uma moção de apoio aos trabalhadores da Valeo Sul Coreana, que aqui se transcreve e que obteve a aprovação de todos os presentes«O Comité Automóvel da Federação Europeia dos Metalúrgicos (FEM), juntamente com as organizações francesas filiadas condena firmemente a conduta das suas operações localizadas na Coreia do Sul.Ignorando completamente as regras da responsabilidade social, incluindo os mais básicos, a Valeo encerrou sem qualquer aviso prévio, a sua unidade localizada em Cheon-An, que faz parte da divisão Valeo Compressor sul Coreana. Os trabalhadores foram despedidos e não receberam qualquer indemnização ou qualquer tipo de assistência. Estes só receberam a notificação formal do encerramento da unidade aí localizada, após o facto.
A Valeo, sediada em França, é a maior empresa fornecedora da indústria automóvel, e de entre os seus clientes encontram-se a Renault-Samsung, Ssangyong, Hyundi, bem como a G, Nissan e Mazda.
Uma vez que tem a sua sede na Europa, a administração da Valeo, está bem a par das regras para lidar com o encerramento da empresa, particularmente no que concerne à participação dos trabalhadores e aos seus direitos de informação e consulta.
Na sua cidade mãe, jamais se procuraria encerrar um local de produção sem obedecer às regras, e existiria um pacote de ajuda aos trabalhadores, e nenhum trabalhador ficaria sem assistência para encontrar outro trabalho, com programas intensivos de formação e recolocação se necessário.
Como tal, o facto da Valeo explorar as falhas na legislação laboral Coreana é simplesmente inaceitável. A Coreia do Sul tem um longo registo de violações dos direitos da OIT, e os sindicatos metalúrgicos já apresentaram inúmeras queixas junto da OIT sobre violações sobre este país.
O Comité Automóvel da FEM, juntamente com as suas organizações francesas filiadas, declara a sua solidariedade para com os trabalhadores sul Coreanos que sofrem com esta decisão unilateral da Valeo. Eles condenam firmemente a conduta da Coreia do Sul.
A Direcção geral da Valeo devem urgentemente abrir negociações com os representantes dos trabalhadores da Valeo na Coreia do Sul para definir medidas para ajudar os trabalhadores aí afectados. Os sindicatos europeus irão apoiar os seus colegas sul Coreanos durante a sua luta. O Comité de Empresa Europeu da Valeo irá acompanhar o processo.
Para a FEM e suas organizações filiadas, existe claramente a necessidade de definir princípios fundamentais para lidar com a reestruturação da Valeo no que respeita às suas operações internacionais. Não é aceitável que a Valeo se aproveite de deficiências na legislação laboral de países estrangeiros que nunca teriam lugar nas operações europeias.
A Valeo necessita de aceitar que o trabalho não é comodidade e que o seu Código sobre Responsabilidade Social cria obrigações para a empresa. A legislação social deve ser respeitada por esta empresa.  Esta resolução será traduzida nas línguas oficiais dos filiados da FEM e será transmitida aos trabalhadores da Valeo na Europa.»

O SIMA não pode deixar de estar presente em mais uma reunião do Comité do Sector Automóvel da FEM, reunião essa que se enquadra num trabalho mais vasto com vista a encontrar soluções e alternativas para este sector bastante afectado pela grave crise que se faz sentir. A reunião decorreu em Sevilha, contou com a presença de centenas de sindicalistas e com uma larga cobertura mediática espanhola e contou com a presença das mais altas entidades locais e nacionais espanholas. O que é da maior relevância uma vez ser a Espanha quem, neste momento, assume a Presidência da EU. Foi ainda aprovada uma moção de apoio aos trabalhadores da Valeo Sul Coreana com a aprovação de todos os presentes

Os comentários estão fechados.